Please reload

FOLIA CONSCIENTE

18 Oct 2017

Olá! Me chamo Marcelo Amaral, mais conhecido como Tchellinho, sou tricolor de coração e atual presidente do Bloco Cardosão de Laranjeiras. O Cardosão de Laranjeiras foi o primeiro bloco da Zona Sul a desfilar na Marquês de Sapucaí. Em 1978, antes mesmo da construção do Sambódromo, o mais antigo bloco de Laranjeiras em atividade se consagrou como campeão dos Blocos de Embalo, que competiam na Avenida.

 

Há 47 anos moradores da Rua Cardoso Junior, se uniram pelo amor ao carnaval. Esse amor cresceu, passou por duas gerações e vive até hoje, sem esquecer sua raiz. Fundado em 1970, o bloco tinha como objetivo, além de comemorar o carnaval, principalmente integrar os moradores da Rua Cardoso Junior, em Laranjeiras. Em 1978 o Cardosão conquistava o seu 1° campeonato na Marquês de Sapucaí, com o samba-enredo "O Circo", de autoria de José Franco Lattari, conhecido como Dr. Franco - cria do bloco e um dos mais importantes compositores de samba.

 

Além de todo amor e dedicação empregados pelos moradores da Rua Cardoso Junior, um dos pontos altos do bloco - que chegou a ser decretado como utilidade pública - é a sua bateria, que sempre tirou nota máxima em todos os desfiles oficiais que participou.

 

 

Em 1988, por problemas administrativos, o Cardosão chegou ao fim. Aquele mesmo sentimento que o tinha criado nos anos anteriores fez com que a nova geração fundasse o bloco carnavalesco “Xupa Mas Não Baba”. Durante os anos seguintes, a velha guarda que coordenava o Cardosão tentou, sem muito sucesso, voltar às ruas, até que 35 anos após seu primeiro desfile consegue se fixar no calendário oficial de desfiles. Hoje, comandado pela terceira geração de jovens, no qual faço parte, o bloco segue firme e forte alegrando o carnaval dos moradores da Rua Cardoso Junior e Rio de Janeiro. Um dos únicos blocos a ter quadra, o Cardosão promove durante todo o ano ensaios em seu refúgio na Rua Cardoso Júnior e show por diversos locais.

 

Seu principal objetivo é unir gerações através do Samba, proporcionando a todos os públicos, inclusive aos jovens, entretenimento cultural de qualidade, gerando resultados sustentáveis para a comunidade, agregando assim muita história e valor a todos os envolvidos.

 

O carnaval sempre esteve atrelado na cultura e essência da minha família e de todos que vivem na Rua Cardoso Junior, por isso poder desenvolver e agregar transformação e história a esse local onde cresci e onde as gerações seguintes viverão, é ter a certeza e satisfação de que estamos agregando algo em prol da sociedade como um todo.

 

Como nossa história e atuação ocorrem enraizadas dentro da comunidade, visamos sempre melhorias e desenvolvimento para todos, e termos a ciência de que devemos caminhar sempre voltados para uma gestão sustentável. É sempre bom poder contar com as atuais ferramentas sustentáveis que estão no mercado, e através desse pensamento que aplicamos os banheiros sustentáveis que faz parte do pacote de sustentabilidade para eventos da SOMAR. A nossa demanda é pequena, pois já possuímos uma estrutura da própria quadra da Cardoso Junior, mas foi evidente que agregou muito mais valor e propósito ao evento.

 

Nos últimos anos devemos ter contratado uma média de 300 banheiros, e após reclamações de que o banheiro da quadra não dava vazão suficiente para atender o publico, utilizamos os banheiros sustentáveis. O impacto gerado positivamente pela implementação foi espontâneo por conta da limpeza, melhor estrutura para atender o público, a felicidade do público feminino, e pela não geração de reclamações sobre esse quesito.

 

A ideia é seguir esses conceitos e ações visando à sustentabilidade no Bloco Cardosão, pois sabemos que é abraçando essas inovações sustentáveis, que geraremos um maior poder de mudança na sociedade. A sustentabilidade é ainda uma área importante a ser explorada devidamente no carnaval do Rio de Janeiro, mas para isso acontecer, temos que procurar ser pioneiros e trazer essas ideias inovadoras para próximo do nosso publico e comunidade em que vivemos.

 

Através dos eventos do Cardosão conseguimos sempre gerar muitas experiências, cultura e entretenimento e sabemos que temos potencial para melhorar e gerar mais empatia para esse lado sustentável. Isso enriquece não só o evento, a folia, o carnaval, mas também o ambiente que compartilhamos e convivemos.

 

 

 

Share on Facebook
Please reload

Voltar para o início