Please reload

EMPREENDEDORISMO SOCIAL

14 Jul 2017

Ao redor do mundo o empreendedorismo vem crescendo, países como Estados Unidos, Chile, Canadá, Austrália e Israel são lideres nesse segmento. No Brasil a partir dos anos 90 essa cultura começou a se disseminar e hoje em dia já ocupa a quinta posição no ranking de países com maior número de empreendedores. Esse fato mostra que os profissionais de hoje em dia estão buscando algo a mais no mercado, o trabalho deixa de ser sinônimo de produção, para se tornar de felicidade e prazer.

 

A vontade de mudar o cenário do mercado e da sociedade é algo latente no empreendedor, por isso ao longo dos anos houve uma evolução do empreendedorismo, muitas formas de empreender surgiram e é nesse contexto que o empreendedorismo social aparece. Esse é um setor que tem como principal objetivo a melhoria da sociedade, solucionando problemas enfrentados pela comunidade, visando medidas lucrativas e sociais.

 

O empreendedorismo social é representado por empresas que constituem um negócio, inovação e impacto sociais. A inovação é característica forte desse negócio, pois para mudar o melhor caminho é inovar. Essa é uma ferramenta utilizada, a curto e médio prazo, para solucionar problemas mundiais, que aderindo a práticas desse mercado puderam conciliar avanços tecnológicos, saúde do meio ambiente e o funcionamento da sociedade.

 

Ainda existe muito preconceito quando se fala sobre esse tipo de empreendedorismo, o maior problema que gira em torno desse assunto é o entendimento que empresas de empreendedorismo social são filantrópicas, assim não visando o lucro. A realidade é que esse setor visa sim o lucro, porém o deixando em segundo plano, pois entende que para transformar a sociedade devemos pensar primeiro em soluções que impactem positivamente na vida das pessoas e no meio ambiente. É nesse cenário que essas empresas vivem sua maior dificuldade, pois devem encontrar soluções rentáveis, já que assim como qualquer outro negócio também depende da captação de recursos.

 

Quando o empreendedorismo social encontra o balanceamento entre soluções e lucro se tornando empresas lideres, que transformam o cenário do mercado e da sociedade, mudando o status Quo do negocio como um todo, tendo assim a formula de sucesso. Podemos observar no case do empreendedor social Muhammad Yunus, que em 1976, assegurou financiamento para realizar um experimento em que se concedia a tomadores de empréstimos muito pobres quantias bem pequenas. A serviço de bengaleses em situação de desvantagem econômica, o experimento se desenvolveu e se transformou no famoso Grameen Bank, uma empresa social financeiramente sustentável. Constatando assim que era de fato possível fazer fortuna concedendo empréstimos à população das camadas sociais mais baixas fez com que muitas empresas no mundo adotassem o modelo Grameen, amplificando de modo considerável o impacto da inovação inicial de Yunus.

 

Toda e qualquer empresa faz parte de um ecossistema que envolve pessoas e o meio ambiente, dessa forma elas tem responsabilidade social, devem inserir esse conceito no DNA da marca. São as grandes empresas que levam uma mensagem para o maior número de pessoas, por isso é importante que o empreendedor social use essas grandes corporações, que querem fazer a diferença, para se atrelarem a causas conhecidas e assim gerarem impactos positivos para todos os envolvidos, trazendo mudanças para a sociedade e aumentando o valor de Marca da empresa.

 

O empreendedorismo social ainda é um desafio, mas grandes mudanças sempre trazem grandes dificuldades, pois pensar a frente de seu tempo significa ter que mudar o pensamento de todo o resto. Pensar hoje visando o amanhã é a alma desse empreendedor. Os resultados desse cenário são grandiosos e extremamente positivos para a sociedade, por isso ao entrar nesse barco saiba que você remará contra a corrente, mas um dia a corrente mudara de lado já que todos estão remando atrás de você.

 

Share on Facebook
Please reload

Voltar para o início